Carulit chega ao fim após cinco dias de literatura, música e bate-papo com autores na rede municipal

Postado em Atualizado em

Caruaru Literário é a culminância do Projeto Magia de Ler, adotado pela Prefeitura de Caruaru. Evento levou escritores de renome nacional e internacional às escolas da cidade
Carulit
A segunda edição do Carulit – Caruaru Literário terminou neste sábado (24) com um Sarau para lá de animado. Os estudantes das seis escolas municipais sedes da festa literária deste ano montaram estandes no Espaço Cultural Tancredo Neves, no Centro, para apresentar todas as atividades produzidas especialmente para o evento. Tudo o que foi apresentado durante os dias 20 e 24 de outubro integra o Programa Magia de Ler, desenvolvido pela Editora Melhoramentos e adotado pela Rede Municipal de Ensino de Caruaru. Como a festa foi gratuita e aberta ao público, muitas pessoas aproveitaram para conferir o que as crianças tinham para mostrar. Para completar a tarde de encerramento, o autor Ilan Brenman (Israel/Brasil) falou sobre os caminhos para se escrever um livro e o Grupo Triii (São Paulo) fez um show para brincar e dançar.

O encerramento do Carulit contou com a presença da Secretária de Educação, a professora Graça Rosal. A gestora fez questão de visitar os estandes com os trabalhos dos alunos da rede municipal para conferir de perto as produções. Em seguida, a secretária aproveitou para falar um pouco sobre o evento. “É com muita alegria, mas já com saudade que estou aqui. Aproveito para agradecer o empenho e o envolvimento dos alunos, professores e profissionais da Educação pelo trabalho. Agradecemos também a decisão dos autores de vir a Caruaru, de trabalhar de perto com as crianças as suas historias e suas obras”, disse.

Mesmo com a presença de atrações de renome nacional e internacional, outros momentos importantes marcaram as atividades do Carulit, como a troca de saberes entre os alunos da rede municipal. O Caruaru Literário foi a oportunidade das crianças, jovens e adultos de várias escolas dialogarem sobre suas interpretações para as obras que vêm sendo trabalhadas desde o começo do ano através do Programa Magia de Ler. Isso porque seis escolas sede espalhadas pela cidade foram responsáveis por acolher estudantes de outras unidades de ensino. Além disso, no Sarau, os participantes do Programa Magia de Ler presentes, assim como os demais visitantes, puderam conferir de perto as produções apresentadas.

Durante os primeiros quatro dias de Caruaru Literário, os estudantes tiveram a oportunidade de ficar pertinho dos autores de livros tão conhecidos deles. É que através do Programa Magia de Ler, os alunos da rede municipal de ensino de Caruaru receberam uma maleta com cinco livros paradidáticos, proporcionando a eles possuírem uma biblioteca particular para ser estudada durante todo o ano.

Assim, os autores Luiz Antônio Aguiar (Rio de Janeiro), Sérgio Merli (São Paulo), Fábio Sombra (Rio de Janeiro), Lenice Gomes (Pernambuco), Hugo Monteiro (Paraíba/Pernambuco), Celso Sisto (Rio de Janeiro/Rio Grande do Sul) e Ilan Brenman (Israel/Brasil), que foram convidados para participar da programação 2015, já eram considerados velhos conhecidos dos pequenos.

Os escritores passaram nas seis escolas sede do Carulit 2015, conversaram, encantaram e se emocionaram ao entrar em contato com os alunos. Já as crianças fizeram questão de mostrar que conhecem muito bem as obras destes escritores.

E para reforçar esse estímulo da leitura aos alunos, o curador do Carulit, o escritor premiado Tiago de Melo, fez questão de convidar para esta edição autores de Pernambuco. É o caso de Lenice Gomes, que nasceu em Japi, e de Hugo Monteiro, que nasceu na Paraíba, mas mora no estado desde garoto. “Queremos mostrar para as crianças que elas também podem ter êxito no mundo literário. Lenice estudou e morou em Caruaru tem dezenas de livros publicados. E Hugo foi finalista do Prêmio Jabuti do ano passado. Então proporcionar esta interação com estes autores aproximam ainda mais os estudantes do universo dos livros”, explica.

Em sua primeira visita a Pernambuco, o autor Sérgio Merli aproveitou o tema do seu livro “O camelo, o burro e a água” para despertar a consciência ecológica através da literatura. Após contar um pouco sobre sua trajetória e suas obras, o escritor realizou uma dinâmica chamada de teste aquático com os estudantes. Na conversa, Merli desenhava cenas cotidianas para que as crianças apontassem os erros e acertos relacionados ao consumo de água. A atividade realizada nas escolas municipais Dr. Amaro de Lira César – CAIC e Professor Kermógenes Dias de Araújo contou com a participação animada dos alunos, que se prontificaram para responder aos questionamentos.

Já Fábio Sombra, conversou sobre cultura popular, tocou viola, declamou seus versos e contou “causos” típicos do interior do Brasil. “Quando tinha 10 anos, meu pai me levou até a Feira de São Cristóvão, no Rio de Janeiro, cidade onde nasci. Até então, nunca tinha conhecido nada sobre cultura popular. Vi pela primeira vez um cordel e percebi que tudo era escrito em versos. Então pensei: quando crescer, quero escrever esses livros”, explicou o autor durante sua apresentação nas escolas Dr. Amaro de Lira César – CAIC e Professor Kermógenes Dias de Araújo.

Na manhã do segundo dia de programação do Carulit, a autora Lenice Gomes conversou, declamou, brincou de “o que é o que é” e respondeu as perguntas dos alunos. Antes disso, ela acompanhou uma peça teatral encenada pelos estudantes da Escola Nossa Senhora de Fátima. Como parte integrante do Projeto Magia de Ler, as crianças apresentaram as suas interpretações do livro “A Casa das Dez Furunfunfelhas”. Em seguida, a escritora falou um pouco sobre a sua vida, do nascimento em Japi, no Agreste pernambucano, e até da época em que morou e estudou em Caruaru. “Estou muito emocionada vendo as crianças lendo, declamando, encenando. E vir a Caruaru é uma alegria”, revelou.

Já na parte da tarde, os estudantes da Nossa Senhora de Fátima bateram um papo com o escritor carioca Luiz Antônio Aguiar. Pela primeira vez e Caruaru, o autor conversou com os alunos e logo se sentiu a vontade para responder as perguntas dos seus leitores e revelou gostar mais de falar sobre suas obras do que de si mesmo. “A vida dos outros é mais interessante que a minha”, comentou. A obra do autor que chamou bastante atenção das crianças foi “Sonhos em Amarelo: o Garoto que Não Esqueceu Van Gogh”. “O que Van Gogh sonhou na vida, ele colocou em seus quadros. Então você ri e chora, chora e ri vendo os quadros dele”, comentou.

No terceiro dia do Caruaru Literário, a escritora pernambucana Lenice Gomes falou da sua paixão pela literatura. “Ler é muito importante. Faz com que a gente fique mais crítico, mais reflexivo e estimula a nossa imaginação. E quanto mais a gente lê, mais a gente sabe”, disse. Logo após a apresentação da autora, as crianças receberam o Prefeito José Queiroz de braços abertos e tiraram muitas fotos. “Um evento como o Carulit mostra a preocupação do município em incentivar nas crianças o gosto pela leitura para que facilite o desenvolvimento delas durante toda a vida escolar”, disse.

Na parte da tarde, foi a vez do Colégio Municipal receber o escritor carioca Luiz Antônio Aguiar. O autor conversou sobre os trabalhos apresentados pelos alunos, como a mitologia grega e as histórias de detetives. “Ler é viajar através da literatura. Nas histórias de Sherlock Holmes, você segue com ele pelas ruas de Londres, no meio da neblina, até achar o assassino”, disse.

Na parte da manhã, sob a sombra de duas árvores em pleno pátio da Escola Municipal Professora Gianete Silva, Celso Sisto se encontrou com os alunos. O autor escolheu contar um pouco sobre sua relação com a contação de histórias falando sobre sua avó América. Além do seu nome curioso, outra coisa chamava a atenção na senhora: sua vocação para contar histórias. “Ela sempre cantava uma cantiga de ninar e eu já sabia que depois viria uma história”, disse. Então o escritor carioca, que mora no Rio Grande do Sul, contou para meninas e meninos atentos uma das histórias que marcou a sua infância. A programação da manhã foi encerrada pelo Coral de Libras (língua brasileira de sinais) comandado pelo professor Cosmo Adriano de Santana.

À tarde, os alunos da Professora Gianete Silva também receberam o autor paraibano Hugo Monteiro. Perguntado pelas crianças sobre o seu processo de escrita, Hugo revelou um pouquinho do jeito como trabalha. “Primeiro, eu leio muito. Então eu começo a pensar nas personagens. Depois eu passo a conversar com elas, que me dizem muitas coisas. Até que uma hora eu começo a escrever. E, para isto, é preciso ter muita disciplina. Tem que escrever todo dia. Escrever e reescrever várias vezes. É um exercício”, revelou. Já no pátio da escola, Hugo dividiu o palco com Celso Sisto e os autores encerraram a tarde com mais contação de histórias.

No último dia do Carulit, durante o Sarau, o escritor Ilan Brenman contou um pouco sobre a sua trajetória, seu nascimento em Israel e a origem da sua família, em que seus pais são argentinos e seus avós são de origem russa e polonesa. Em seguida, o autor revelou os três caminhos percorridos por ele para se tornar um escritor. “O primeiro é o reconto, em que é possível apresentar a sua versão para as histórias que já existem na cultura popular e que são transmitidas através da oralidade”, revelou.

O segundo caminho percorrido por Brenman é o da criação pura. “A história nasce de dentro da cabeça do autor e sai da cabeça para o livro”, explicou. Já a terceira possibilidade é aproveitar as situações do cotidiano. “Um dia, eu estava na sala de casa com a minha esposa e uma das minhas filhas, que estava fantasiada de Branca de Neve. Então um cheiro muito ruim se espalhou e percebemos nossa filha, de quase dois anos, tinha soltado o ‘tsunami’. Rimos muito e ela ficou chorando. Minha mulher virou-se para ela e disse: ‘não chore. Até as princesas soltam pum’”, revelou. Desta forma, o escritor acabou pegando algo real e construiu uma ficção.

Para encerrar a tarde de festa literária, o público se encantou com uma apresentação especial do Grupo Triii. No palco, Fê Sztok (guitarra), Marina Pittier (vocal) e Estevão Marques (bateria) animaram todos com um espetáculo recheado com canções, história com música, parlendas e brincadeiras. E, para a alegria de todos, teve até uma performance na plateia que uniu crianças e adultos para brincar embaixo de duas cobrinhas gigantes, que passearam pelo Espaço Cultural.

Além das apresentações dos autores e do Grupo Triii, os alunos também deram show nas seis escolas sedes do Carulit 2015. Foram encenadas peças de teatro, apresentados espetáculos de dança, declamação de versos, exposição de ilustrações, desenhos e quadrinhos. Tudo isso para mostrar que os alunos entenderam bem as obras dos autores recebidos pelo Caruaru Literário e, principalmente, exibiram sua capacidade de transformar livros em saber.

E não apenas a participação dos estudantes foi fundamental. O papel dos professores e demais profissionais das escolas foi imprescindível para dar suporte à criatividade dos alunos. Os educadores assumiram as funções de coreógrafo, diretor teatral, desenhistas e até cenógrafos para guiar as crianças em seus trabalhos apresentados no Carulit 2015.

Sobre o Programa Magia de Ler:

O Programa Magia de Ler, desenvolvido pela Editora Melhoramentos e adotado pela Rede Municipal de Ensino de Caruaru, pretende auxiliar a escola em seu árduo papel social que é o de formar alunos como leitores competentes. O Magia de Ler é um programa inovador, focado na formação de leitores da Educação Infantil ao 9° ano do Ensino Fundamental e constituído por duas grandes frentes de ação: uma série de ações formativas (apoiadas por um material impresso denominado Guia do Professor) que visam instrumentalizar os docentes na importante tarefa de formar leitores; a disponibilização para as escolas de um acervo de livros organizados por ano de escolaridade composto por títulos destinados aos alunos, à biblioteca exclusiva da sala de aula e ao professor.

As ações formativas são organizadas no formato de cursos, oficinas de vivência, palestras etc. e orientadas para a instrumentalização técnica dos educadores participantes em torno do conteúdo do Programa. Ao oferecer aos educadores participantes (professores, coordenadores pedagógicos, agentes de leitura e gestores) suporte técnico de natureza pedagógico-didática em torno de situações objetivas de ensino e aprendizagem da leitura de textos escritos, o Programa Magia de Ler revela-se, de forma ainda mais contundente como uma ferramenta de apoio aos gestores que desejam instituir, em suas redes de ensino, ações efetivas e duradouras relacionadas à formação de leitores.

Saiba mais:

Sobre os autores:

Luiz Antônio Aguiar

Autor premiado, com dezenas de livros publicados por importantes casas editoriais brasileiras, Luiz é mestre em Literatura Brasileira pela PUC-RJ. Já trabalhou como roteirista para a Disney na produção de histórias de terror e também escreveu roteiros para o Sítio do Picapau Amarelo. Grande conhecedor e estudioso da obra de Machado de Assis, Luiz excursiona por todo o Brasil, visitando escolas e participando de eventos literários, proferindo palestras e ministrando oficinas de leitura sobre o escritor. Recentemente, seu livro “Sonhos em Amarelo” foi publicado na Itália. http://www.luizantonioaguiar.com.br/

Sérgio Merli

O escritor e ilustrador começou a desenhar aos três anos e nunca mais parou. Ainda criança, desenhava seus próprios livros, página por página, personagem por personagem. Já adulto, estudou arte, publicidade e design, formando-se em artes gráficas, comunicação e marketing. Sérgio escreveu vários livros infantis muito interessantes para despertar a consciência ecológica e o uso inteligente dos recursos naturais em crianças bem jovens. Esses assuntos não podem faltar em casa em tempos tão difíceis de seca e racionamento de água. http://sergiomerli.blogspot.com.br/

Fábio Sombra

Com dez anos de estrada e quarenta livros publicados, o escritor, ilustrador e violeiro tem se especializado em cultura popular ao longo de sua carreira, com destaque para o Cordel e a Folia de Reis, duas de suas paixões, as quais dissemina e divulga por onde passa. No interior de Minas, Fábio mantém ativa a Folia de Reis, Caravana do Oriente, há vários anos. http://caravanadooriente.blogspot.com.br/ Fábio cumpre também uma extensa agenda de eventos com sua viola e rabeca por todo o país e fora dele também! Neste ano, ele é autor convidado do FLIPSIDE – festival literário que acontece na Inglaterra, de onde voltará para participar do Carulit – Caruaru Literário. http://violeiro.blogspot.com.br/

Lenice Gomes

Nasceu em Japi, no agreste pernambucano. É formada em História, especialista em Literatura Infanto-Juvenil, pesquisadora e contadora de histórias. Com um talento singular para contar histórias, era natural tronar-se escritora. Com dezenas de livros publicados, viaja pelo Brasil e exterior participando de bienais e eventos literários, ministrando cursos, oficinas e palestras sobre literatura e a arte de encantar com a leitura literária. http://blogdalenicegomes.blogspot.com.br/

Hugo Monteiro

Hugo Monteiro Ferreira é professor e escritor licenciado em Letras e Pedagogia. Mestre em Teoria Literária e doutor em Educação. Docente do Departamento de Educação da Universidade Federal Rural de Pernambuco e representante em Pernambuco da Cátedra UNESCO de Leitura, o autor é também idealizador e coordenador do LERCON – Congresso de Leitura e Contação de Histórias de Pernambuco. Em suas palestras, fala sobre temas que versam em torno da infância e da adolescência, com assuntos sobre direitos e formação leitora desse público. Em 2014, Hugo foi finalista do Prêmio Jabuti, na categoria juvenil, com o livro “Emilio ou quando se nasce com um vulcão ao lado”.

Celso Sisto

Especialista em literatura infantil e juvenil, pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), mestre em Literatura Brasileira pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), doutor em Teoria da Literatura pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS), Celso é um multiartista: escritor, ilustrador, ator e contador de histórias. Foi responsável pela formação de inúmeros grupos de contadores de histórias espalhados pelo país. Tem dezenas de livros publicados para crianças e jovens e já recebeu vários prêmios pela qualidade de sua obra, dentre eles, o prêmio de autor revelação (FNLIJ, 1994), ilustrador revelação (FNLIJ, 1999), melhor livro infantil (Açorianos, 2011) e livro do ano (Açorianos, 2011). http://www.celsosisto.com/

Ilan Brenman

É um dos autores mais interessantes no cenário de literatura infantil hoje, com uma obra divertida, inovadora e livre. Com mais de 60 livros publicados, suas obras ganharam o mundo e foram traduzidas para o dinamarquês, sueco, italiano, francês, espanhol, coreano, polonês e chinês. Além de vencer vários prêmios importantes no Brasil, em 2012, seu livro “O Alvo”foi selecionado para o catálogo Withe Ravens (Munique/Alemanha), uma importante seleção do que de melhor foi publicado no mundo todo. Ilan escreve uma coluna mensal na Revista Crescer, “Palavórios e Rabugices”, e na Rádio CBN colabora com dois boletins semanais sobre Literatura e Educação. http://www.ilan.com.br/

Grupo Triii

Fê Sztok, Marina Pittier e Estevão Marques, são os componentes do grupo Triii que viaja pelo mundo com seu show divertido e instigante, interagindo musicalmente com o público. Brincadeiras musicais, cantar e contar histórias, valorizando a cultura popular, com o uso de instrumentos pouco comuns tornam o Triii um grupo único. Parceiros de nomes especiais, tratando-se de música ou projetos pedagógicos para crianças, de qualidade, o Triii já realizou trabalhos em parceria com o Chico dos Bonecos, Barbatuques, Teatro Escola Brincante e a Palavra Cantada. http://www.grupotriii.com/

Programação Completa – Carulit – Caruaru Literário

De 20 a 24 de outubro (terça a sábado)
Às 9h e às 14h – Apresentação de trabalhos e atividades desenvolvidas pelas escolas municipais

Dia 20/10 – Terça-feira

Escola Municipal Dr. Amaro de Lira César – CAIC
Rua São Nicolau, S/N – Bairro João Mota
10h – Sergio Merli
15h – Fábio Sombra

Escola Municipal Professor Kermógenes Dias de Araújo
Rua Maria Teresa, S/N – Bairro do Vassoural
10h – Fábio Sombra
15h – Sergio Merli

Dia 21/10 – Quarta feira

Escola Nossa Senhora de Fátima
Av. José Rodrigues de Jesus, 515 – Bairro Indianópolis
10h – Lenice Gomes
15h – Luiz Antônio Aguiar

Dia 22/10 – Quinta-feira

Colégio Municipal Álvaro Lins (em parceria com a Escola Municipal Intermediária Maria do Socorro de Freitas)
Rua Olegário Bezerra, s/nº – Bairro São Francisco
10h – Lenice Gomes
15h – Luiz Antônio Aguiar

Escola Municipal Professora Teresa Neuma
Rua Projetada, S/N – Bairro Maria Auxiliadora Liberato
19h – Luiz Antônio Aguiar

Dia 23/10 – Sexta-feira

Escola Municipal Professora Gianete Silva
Rua Arquimedes de Oliveira, S/N – Bairro Jardim Liberdade
10h – Celso Sisto
15h – Hugo Monteiro e Celso Sisto

Dia 24/10 – Sábado

Espaço Cultural Tancredo Neves
Praça Coronel José de Vasconcelos, 100, Centro
Sarau Carulit
14h – Feria Cultural: pintura corporal, balões e apresentação de trabalhos e projetos dos alunos
15h – Bate-papo e contação de histórias com o escritor Ilan Breman
16h – Encerramento: Apresentação musical do Grupo Triii

Outras informações: http://www.carulit.com.br/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.